Sobre

“Estratégias da Engenharia e da Agronomia para o Desenvolvimento Nacional” é o tema central do 10º Congresso Nacional de Profissionais (CNP) que em 2019 acontece após a 76ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea), em Palmas(TO), de  19 a 21 de setembro de 2019.

Como eixos temáticos, serão abordados: a) Inovações Tecnológicas - b) Recursos Naturais c) Infraestrutura - d) Atuação Profissional - e) Atuação das empresas de Engenharia.

Leitura recomendada:

- O Sistema Confea/Crea e o Desenvolvimento Nacional, por Darc Costa.

Realizado a cada três anos, o CNP é um fórum organizado pelo Confea, apoiado pelos Creas e pelas entidades nacionais, que tem por objetivo discutir e propor políticas, estratégias, diretrizes e programas de atuação, visando à participação dos profissionais das áreas abrangidas pelo Sistema Confea/Crea no desenvolvimento nacional, propiciando maior integração com a sociedade e entidades governamentais.

Breve histórico dos CNP

O Processo Constituinte do Sistema Confea/Crea (PC-91/92) propôs e o Confea criou, em 1992, por meio da Resolução 373/92, e depois pela Resolução 1.013/2005, a regulamentação dos Congressos Nacionais de Profissionais (CNPs) e dos Congressos Estaduais de Profissionais (CEPs). Desde então, foram realizadas nove edições desses congressos.

Eventos precursores

São os encontros locais, microrregionais e regionais que precedem a realização dos Congressos Estaduais de Profissionais. Têm como objetivo apresentar, discutir, aprovar e encaminhar às Comissões Organizadoras Regionais proposições que favoreçam a discussão, cujo resultado deve permitir a seguinte abordagem:

a) Inovações Tecnológicas – “Inovações tecnológicas no processo de desenvolvimento econômico sob a ótica da Engenharia e da Agronomia”;

b) Recursos Naturais – “O papel da Engenharia e da Agronomia na utilização e aproveitamento de recursos naturais com sustentabilidade”;

c) Infraestrutura – “A governança da política de infraestrutura brasileira sob a ótica da Engenharia”;

d) Atuação Profissional – “Os rumos da formação profissional da Engenharia e Agronomia brasileiras”

e) Atuação das empresas de Engenharia – “Governança das empresas de Engenharia e obras públicas”

Após o debate, as proposições são sistematizadas de acordo com metodologia própria e encaminhadas à etapa seguinte, conforme o cronograma estabelecido (clique aqui).

Como funciona o Congresso Nacional de Profissionais

Os eventos do CNP são realizados na seguinte sequência:

  1. na “consciência individual” de cada profissional;
  2. nas reuniões preliminares, muitas vezes informais, realizadas nas entidades de classe e nas instituições de ensino, ou até mesmo nas empresas;
  3. nas inspetorias, em cujas subjurisdições se localizam essas entidades, instituições e empresas;
  4. nas regiões administrativas em que as inspetorias se agrupam;
  5. nos Congressos Estaduais, cujas propostas sistematizadas são representativas do pensamento e do posicionamento consensual dos profissionais de cada jurisdição;
  6. finalmente, no Congresso Nacional de Profissionais (CNP), onde são discutidas as propostas nacionais sistematizadas, representativas do pensamento e do posicionamento nacionais unificado.